Conforme a nossa sociedade avança, surgem muitas mudanças, inclusive no ambiente familiar. Por exemplo, nos últimos anos se tornou cada vez mais comum ver a presença de um padrasto ou madrasta nas famílias. No que se refere ao direito sucessório, esse tipo de configuração familiar tende a trazer dúvidas como “meu padrasto faleceu, tenho direito à herança?” ou “minha madrasta faleceu, enteado tem direito à herança”?

meu-padrasto-faleceu

A fim de esclarecer suas dúvidas sobre esse assunto, hoje falaremos se enteado tem direito à herança, em quais casos o enteado tem direito à herança, o que é socioafetividade e como um advogado especialista em inventário e herança pode ajudar nesses casos. Quer saber mais sobre esse tema? Venha conosco!

Meu padrasto faleceu. Nesse caso, enteado tem direito à herança?

meu-padrasto-faleceu

De início, a resposta para a pergunta “meu padrasto faleceu, enteado tem direito à herança?” é não. O enteado normalmente não tem direito à herança de padrasto ou madrasta. No entanto, essa conclusão dependerá da análise da situação existente. Ou seja, é possível que o enteado tenha direito a receber herança do padrasto ou madrasta.

O estado de filiação é adquirido de duas maneiras: em decorrência da própria natureza com o nascimento, ou por adoção, concretizando-se com uma decisão judicial após a família adotante preencher determinados requisitos.

Desta forma, o enteado não se encaixa em nenhuma das duas hipóteses, fato que o remove da possibilidade de recebimento na sucessão legítima.

Ou seja, o enteado apenas teria parte da herança em caso de testamento, instrumento sucessório no qual os testadores dispõem, ainda em vida, de parte do seu patrimônio. A quantia que pode ser distribuída para terceiros compreende 50% de seus bens, visto que os outros 50% são destinados aos herdeiros necessários (filhos, cônjuge, etc.).

Desta forma, o novo casamento de seu pai ou sua mãe, ainda que gere uma relação afetiva entre enteado e padrasto ou madrasta, consolidada na convivência diária, não altera os efeitos sucessórios, que permanecem exclusivos aos herdeiros necessários, conforme dispõe o artigo 1.829 do Código Civil.

Minha madrasta faleceu: em quais casos posso receber herança?

meu-padrasto-faleceu

Como mencionamos anteriormente, há algumas exceções nas quais enteado tem direito à herança.

Essa exceção ocorre em casos em que está presente a socioafetividade, o que permite que o enteado se torne um herdeiro legítimo. Essa possibilidade não decorre do fato de ser enteado, mas do desenvolvimento da relação de socioafetividade para com o seu padrasto ou sua madrasta.

O termo “Socioafetividade” foi criado pelo Direito brasileiro para representar a relação exercida entre duas ou mais pessoas, caracterizada pelo forte vínculo afetivo e pelo exercício de funções e lugares definidos de pai, filho ou irmãos. A socioafetividade pode ser fonte geradora do parentesco, seja em razão do exercício da paternidade, maternidade, irmandade ou outro vínculo parental, que se consolida ao longo do tempo.

A concepção da socioafetividade começa com a paternidade, porém obviamente se estende à maternidade e a todos os vínculos de parentesco. Desta forma, tal ideia é ampliada para a parentalidade socioafetiva. Não há como negar a realidade das relações afetivas que se constituem ao longo da vida e se tornam ato-fato jurídico, seja para constituição de famílias conjugais ou parentais. Ou seja, quando há socioafetividade, ocorre a divisão de herança entre cônjuge e enteados.

No entanto, a questão “meu padrasto faleceu, tenho direito à herança” também passa por mais um ponto, conhecido como vocação hereditária. Entenda mais a seguir.

O que é vocação hereditária? Como ela pode afetar o inventário?

meu-padrasto-faleceu

O reconhecimento da socioafetividade, após o falecimento, ocorre através de testamento ou por decisão judicial, cujo objetivo é avaliar se a relação é pública, contínua, duradoura e consolidada. A partir desta decisão judicial, o enteado passa a dispor dos mesmos direitos dos filhos biológicos ou adotados, respondendo à pergunta sobre quem tem direito à herança. Embora a filiação socioafetiva não tenha norma legal específica de amparo,ela já é admitida pelos tribunais brasileiros.

Segundo o Artigo 1.845, são herdeiros necessários os descendentes, os ascendentes e o cônjuge

Art. 1.829. A sucessão legítima defere-se na ordem seguinte:

I – aos descendentes, em concorrência com o cônjuge sobrevivente, salvo se casado este com o falecido no regime da comunhão universal, ou no da separação obrigatória de bens (art. 1.640, parágrafo único); ou se, no regime da comunhão parcial, o autor da herança não houver deixado bens particulares;

II – aos ascendentes, em concorrência com o cônjuge;

III – ao cônjuge sobrevivente;

IV – aos colaterais.

Caso você se veja nessa situação de socioafetividade, seja como pai ou mãe socioafetiva, seja como filho, recomenda-se que a relação seja declarada com os envolvidos ainda vivos, a fim de facilitar o procedimento.

Meu padrasto faleceu. Como o advogado pode me ajudar a receber a herança?

meu-padrasto-faleceu

Caso você esteja se perguntando “minha madrasta faleceu, há como receber a herança”, saiba que em casos onde o enteado possuía forte vínculo com seu padrasto ou madrasta, o ideal é tirar dúvidas com um advogado especialista em inventário SP.

O profissional, após analisar todos os detalhes da situação, irá iniciar os procedimentos para regularização da socioafetividade. Caso a situação ocorra após o falecimento do padrasto ou madrasta, o advogado irá reunir evidências que comprovem a relação de socioafetividade entre as partes a fim de garantir o direito à herança.

Por conta da relevância desse profissional, torna-se importantíssimo buscar por um advogado com experiência no assunto. Escritórios como a Maviene Advogados possuem uma visão mais ampla sobre o tema, possibilitando uma assessoria completa em dúvidas referentes aos processos pós-morte.

Tem ou ficou com alguma dúvida sobre a possibilidade de recebimento de herança de padrasto ou madrasta? Tire suas dúvidas conosco e saiba mais sobre seus direitos! Confira mais dicas de Direito Sucessório no nosso Blog e siga nossa página no Facebook e no Instagram! Até mais!

Meu pai morreu e deixou um financiamento devo continuar pagando? A dívida é minha?

Herança 20 dezembro, 2023
Comprar nossa casinha é um sonho grande, né? A gente se joga nos financiamentos, mas...

Como funciona a divisão de herança entre meios-irmãos?

Herança 15 dezembro, 2023
Quando um parente falece, é comum que o momento seja de dor para toda a...

DIREITO IMOBILIÁRIO

Baixe nosso ebook gratuito e conheça todos os seus direitos como comprador!

BAIXAR AGORA

Preencha os dados e receba em seu e-mail

Após preencher os dados abaixo, clique no botão para receber o seu ebook gratuito.

li{display:block;padding:0;width:100%;padding-top:0}.inputs-list label{display:block;float:none;width:auto;padding:0;line-height:18px;text-align:left;white-space:normal;font-weight:normal}.inputs-list:first-child{padding-top:6px}.inputs-list>li+li{padding-top:2px}ul{list-style:none}.field{margin-bottom:18px}.hs-field-desc{color:#7c98b6;margin:0px 0px 6px;font-size:14px;font-family:"Helvetica Neue",Helvetica,Arial,sans-serif}.hs-form-required{color:red}.hs-richtext{margin-bottom:3px;font-family:"Helvetica Neue",Helvetica,Arial,sans-serif;line-height:24px;font-size:14px;color:#33475b}.hs-richtext hr{text-align:left;margin-left:0;width:91%}.email-correction,.email-validation{padding-top:3px;font-size:12px;font-family:"Helvetica Neue",Helvetica,Arial,sans-serif}.email-correction a,.email-validation a{cursor:pointer}@media (max-width: 400px), (min-device-width: 320px) and (max-device-width: 480px){.email-correction form .form-columns-2 .hs-form-field,.email-correction form .form-columns-3 .hs-form-field,.email-validation form .form-columns-2 .hs-form-field,.email-validation form .form-columns-3 .hs-form-field{float:none;width:100%}.email-correction form .form-columns-2 .hs-form-field .hs-input,.email-correction form .form-columns-3 .hs-form-field .hs-input,.email-validation form .form-columns-2 .hs-form-field .hs-input,.email-validation form .form-columns-3 .hs-form-field .hs-input{width:90%}.email-correction form .form-columns-2 .hs-form-field input[type="checkbox"],.email-correction form .form-columns-2 .hs-form-field input[type="radio"],.email-correction form .form-columns-3 .hs-form-field input[type="checkbox"],.email-correction form .form-columns-3 .hs-form-field input[type="radio"],.email-validation form .form-columns-2 .hs-form-field input[type="checkbox"],.email-validation form .form-columns-2 .hs-form-field input[type="radio"],.email-validation form .form-columns-3 .hs-form-field input[type="checkbox"],.email-validation form .form-columns-3 .hs-form-field input[type="radio"]{width:24px}}n","time":1525966052030,"rumServiceResponseTime":5267.300000006799,"rumTotalRequestTime":320.7000000111293,"api":{"id":"72dec4d7-6d37-4958-8671-872cfa0d08ce"},"correlationId":"4f757a6e-6333-49bb-8e41-e9df9f0018cb","rumScriptExecuteTime":4943.599999998696},"target":"#hbspt-form-1525966055874-5695605119","shellId":0,"shell":true,"pageUrl":"http://rendera.herokuapp.com/","pageTitle":"Page","referrer":"http://rendera.herokuapp.com/","redirectUrl":"https://mavieneadvogados.com.br/wp-content/uploads/2018/05/ebook_maviene_imobiliario.pdf"},"recentFieldsCookie":{},"boolCheckBoxFields":"","dateFields":"","redirectUrl":"https://mavieneadvogados.com.br/wp-content/uploads/2018/05/ebook_maviene_imobiliario.pdf","smartFields":{},"urlParams":{},"formValidity":{},"formTarget":"#hbspt-form-1525966055874-5695605119","correlationId":"4f757a6e-6333-49bb-8e41-e9df9f0018cb","disableCookieSubmission":false,"usingInvisibleRecaptcha":false,"isFallback":false}" data-reactid=".hbspt-forms-0.4">

You have Successfully Subscribed!

Preencha os dados e receba em seu e-mail

Após preencher os dados abaixo, clique no botão para receber o seu ebook gratuito.

Formulário será aqui!

You have Successfully Subscribed!

Abrir Whatsapp
Precisa de Ajuda?
Olá 👋 Posso te ajudar? Se tem alguma dúvida sobre seus Direitos é só enviar uma mensagem 😉